Radiação síncrotron de alta energia na análise de filmes finos.

22/05/2014

A luz síncrotron de alta energia pode ser uma grande aliada na análise de filmes finos, afirma, na contramão da opinião dominante, o professor  Christoph Genzel, coordenador do departamento de Análise de Microestrutura e Tensão Residual no Centro de Pesquisa HZB, na Alemanha. Genzel é um dos palestrantes convidados do  Simpósio N “Surface Engineering – functional coatings and modified surfaces”, coorganizado por nosso Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies dentro do XIII Encontro da SBPMat (João Pessoa, 28 de setembro a 2 de outubro).

Vejam a divulgação da palestra:

Thin films seen in the light of high energy synchrotron radiation: stress and microstructure analysis using energy-dispersive diffraction.

genzel_photoOur invited speaker Professor Christoph Genzel is head of the Department of Microstructure and Residual Stress Analysis at the Helmholtz-Zentrum Berlin für Materialien und Energie (HZB), in Germany. At HZB he is also the deputy head of the Institute of Applied Materials, where he coordinates a group of diffraction and scattering. Besides, Genzel is Associate Professor at the Technische Universität Berlin.

In our symposium “Surface Engineering – functional coatings and modified surfaces”, Professor Genzel is going to present his talk about stress and microstructure analysis of thin films using energy-dispersive diffraction. Genzel will demonstrate that (contrary to a widespread opinion) high energy synchrotron radiation and thin film analysis may “fit together”. Genzel will share with our audience the corresponding experiments he performed on the materials science beamline EDDI at BESSY II, which is one of the very few instruments worldwide that is especially dedicated to energy-dispersive diffraction.

At Humboldt-Universität Berlin, Professor Genzel completed his Diploma thesis in crystallography (X-ray diffraction), his Doctoral thesis in X-ray topography (1984) and his habilitation in X-ray residual stress analysis. He has large professional experience on diffraction methods using high energy synchrotron X-rays, neutrons and laboratory X-rays; depth-resolved analysis of residual stress, microstructure and texture by angle and energy-dispersive diffraction, and in-situ analysis of stress and microstructure evolution under service conditions.

Anúncios

Palestra de professor da University of Dayton sobre filmes de dissulfeto de molibdênio: novo método de fabricação, propriedades e aplicações.

19/05/2014

O dissulfeto de molibdênio (MoS2), material bidimensional lubrificante, será o tema de uma das palestras convidadas do Simpósio N “Surface Engineering – functional coatings and modified surfaces”, evento coorganizado por nosso Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies dentro do XIII Encontro da SBPMat (João Pessoa, 28 de setembro a 2 de outubro).

O palestrante será Christopher Muratore, professor do departamento de Química e Engenharia de Materiais da Universidade de Dayton (EUA).

Segue a divulgação da palestra:

Mechanical, thermal, and electronic properties of transition metal dichalcogenides.

muratore_foto

Prof. Muratore

Our invited speaker Christopher Muratore is the “Wright Brothers Institute Endowed Chair Professor” at University of Dayton, Department of Chemical and Materials Engineering (USA). He holds a BSc in Metallurgical and Materials Engineering (1999) and a PhD in Materials Science and Engineering (2002), both from Colorado School of Mines (USA). In the past, he worked for the Air Force Research Laboratory and was a postdoctoral fellow at the Naval Research Laboratory. The papers he authored or co-authored have more than 1.090 citations.

In the American Vacuum Society (AVS), Muratore has held executive positions and coordinated meetings and projects. He has carried out editorial activities as a guest editor for Thin Solid Films and Surface and Coatings Technology. He was honored by Air Force Research Laboratory (Cleary Award Finalist, 2010), the American Vacuum Society (Bunshah Award, 2003), and the McQuiston Fellowship (2001).

In our symposium “Surface Engineering – functional coatings and modified surfaces”, Professor Muratore is going to talk about mechanical, thermal, and electronic properties of transition metal dichalcogenides (TMD), such as molybdenum disulfide (MoS2). These remarkable two-dimensional layered semiconductor materials are ubiquitous space lubricants and have many other unique characteristics. During his talk, Muratore is going to present a demonstration of TMD thin films growth on diverse substrates by novel vapor phase techniques, in particular an ultra-high vacuum (UHV) physical vapor deposition (PVD) process. Muratore will also share with our audience the excellent properties of the obtained TMD films, grown up to several square centimeters, as well as his investigations relating to the application of these materials in thermoelectric devices.


Aberta a submissão para o simpósio de Engenharia de Superfícies, que neste ano terá edição especial do Surface and Coatings Technology e cinco palestras convidadas.

22/04/2014
By irene nobrega (Flickr) [CC-BY-2.0 (http://creativecommons.org/licenses/by/2.0)], via Wikimedia Commons

Crédito: irene nobrega (Flickr) [CC-BY-2.0 (http://creativecommons.org/licenses/by/2.0)%5D, via Wikimedia Commons

Está aberta, até 23 de maio, a submissão de resumos para o Simpósio N “Surface Engineering: functional coatings and modified surfaces”, que será realizado no XIII Encontro da SBPMat (João Pessoa, 28 de setembro a 2 de outubro). Os trabalhos aceitos no simpósio participarão de um processo de revisão por pares que selecionará cerca de 20 artigos para compor uma edição especial do periódico Surface and Coatings Technology da editora Elsevier, um dos melhor conceituados da área de Engenharia de Superfícies. A edição especial, que será publicada em 2015, seguirá os mesmos critérios de revisão, qualidade, formatação e divulgação do que as edições regulares da revista.

Além disso, o simpósio, que está na sua quarta edição, conta neste ano com mais palestras convidadas. Serão cinco renomados pesquisadores da área:Amilton Sinatora (USP, Brasil), Christoph Genzel (HZB, Alemanha), Christopher Muratore (University of Dayton, USA), Orlando Auciello (University of Texas-Dallas, USA) e Tiberiu Minea (Université Paris-Sud, France).

Quanto aos participantes do simpósio, o coordenador, Carlos Figueroa (UCS, Brasil) espera manter ou aumentar a quantidade e a representatividade nacional e internacional dos eventos anteriores.  Na terceira edição, realizada em 2012 no encontro anual da SBPMat, cerca de 150 trabalhos de autores das cinco regiões brasileiras e de mais onze países foram apresentados no simpósio em forma de orais e pôsteres.

O simpósio conta com a coorganização e apoio financeiro do Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies.

Mais informações sobre o simpósio: http://sbpmat.org.br/13encontro/symposia/n_symposium.php

Envie seu resumo: http://www.eventweb.com.br/xiiisbpmat/home-event/


Engenharia Física

30/11/2010

O Simpósio Brasileiro de Engenharia Física ocorreu neste ano em Porto Alegre.

De 1 a 3 de novembro foi realizado em Porto Alegre o VI Simpósio Brasileiro de Engenharia Física com o título: “Oportunidades para a indústria de base tecnológica no pais”. O Simpósio Brasileiro de Engenharia Física tem sido um importante fórum de discussão entre os setores acadêmico e industrial a respeito da carreira de engenheiro físico e das várias formas de atuação desse profissional nos setores de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica das empresas.

As cinco edições realizadas até 2009 ocorreram em São Carlos, no campus da UFSCAR.  Neste ano o evento realizou-se em Porto Alegre em virtude da abertura do curso de Engenharia Física na Universidade Federal do Rio Grande do Sul neste mesmo ano.

Os principais objetivos do simpósio foram: identificar desafios enfrentados pela indústria de base tecnológica no Brasil que estejam intimamente ligados à Engenharia Física, divulgar aos estudantes de Engenharia Física as áreas de atuação de maior interesse por parte das empresas, divulgar a Engenharia Física junto a um número crescente de empresas (potenciais parceiros/empregadores), propiciar o contato de estudantes e professores entre si e com potenciais parceiros ou empregadores, integrar os diferentes cursos de Engenharia Física existentes e em planejamento no país.

Foi possível ouvir empresas e instituições de diferentes portes, algumas incubadas em universidades, e aprender sobre as várias oportunidades de atuação do engenheiro físico, que é uma profissão ainda nova no país, embora seja bem estabelecida em outros lugares. Tivemos também palestras de engenheiros físicos já formados na UFSCAR que contaram suas experiências profissionais e onde estão atuando no momento. O Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies esteve presente apoiando o evento e também por meio de uma palestra do pesquisador Carlos Figueroa. Em sua palestra, Figueroa falou sobre o Instituto e também sobre sua experiência como empreendedor na empresa Plasmar Tecnologia, incubada na Incubadora Tecnológica de Caxias do Sul. Foi muito interessante ver como a interação academia-empresa pode funcionar bem e dar frutos de novos empreendimentos.

A próxima edição do simpósio ainda não tem data definida, mas deve ocorrer na sua casa de fundação em São Carlos.

Gabriel Soares