Imagem do mês de janeiro: minientrevista com o autor.

[Nota da editora do blog: Pedimos desculpas pelo atraso em publicar esta matéria no blog. Ela já estava disponível no site do Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies, mas, ao percebermos que alguns leitores acompanham nosso conteúdo apenas por aqui, decidimos disponibilizá-la também neste canal]

Dando continuidade às ações ligadas ao Pêmio Engenharia de Superfícies em imagens, iniciamos a série de minientrevistas com os autores das imagens vencedoras.

ImagemO autor da imagem que ilustra o mês de janeiro no calendário, Alain Laurent Marie Robin, 51 anos, é docente e pesquisador na Escola de Engenharia de Lorena da USP (EEL – USP), localizada na cidade de Lorena (SP). Doutor em Eletroquímica pelo Institut National Polytechnique de Grenoble (França), Alain fez a graduação em Engenharia Eletroquímica e Eletrometalúrgica na École Nationale Supérieure d’Électrochimie e d’Électrométallurgie de Grenoble, também na França.

A imagem, realizada num microscópio eletrônico de varredura (MEV) do Departamento de Engenharia de Materiais da EEL-USP, mostra óxidos de ferro esféricos gerados pela corrosão de tubos de aço usados na recuperação secundária de petróleo via injeção de água.

Minientrevista com o autor

Apresente-se brevemente a nossos leitores comentando de que maneira você atua e/ou atuou na área de Engenharia de Superfícies.

Estou atuando na área de Engenharia de Superfícies desde da época do meu doutorado (1985-1987) onde me interessei na eletrodeposição de titânio metálico sobre aço em meio de sais fundidos. Desde meu ingresso na instituição em 1988 (denominada anteriormente FTI, depois FAENQUIL e agora EEL-USP), desenvolvo trabalhos na área de tratamentos de superfície, em particular eletrodeposição de metais e compósitos e, mais recentemente, anodização do titânio e de ligas de titânio focando a formação de nanotubos para aplicações biomédicas. Paralelamente, realizo pesquisas na área de corrosão de materiais metálicos e cerâmicos, em particular biomateriais. A maioria dos meus trabalhos de corrosão metálica são baseados em estudos eletroquímicos.

Conte-nos um pouco sobre o contexto em que foi gerada a imagem.

A imagem foi gerada durante uma análise de falhas em tubos de aço. Este trabalho foi requisitado pela empresa fornecedora dos tubos.

Vá um pouco além da descrição fornecida na legenda da imagem e explique brevemente, e do ponto de vista científico, o que a imagem mostra e informações correlatas que considere interessantes.

A falha ocorreu em tubos de aço (5 mm de parede e 70 mm de diâmetro interno) usados na injeção de água para a recuperação secundária de petróleo. Estes tubos sofreram um ataque corrosivo localizado intenso durante operação que acabou gerando furos. A análise revelou a presença de produtos de oxidação (óxidos de ferro) e de cloro. A causa da corrosão foi imputada à falha no tratamento da água usada no processo de injeção.

Gostaria de agradecer alguém que tenha ajudado na realização da imagem vencedora?

Gostaria de agradecer meu colega Dr. Jorge Luiz Rosa que também participa das pesquisas nas áreas de Tratamentos de superfície e Corrosão da EEL-USP.

Para entrar em contato com Alain: alain@demar.eel.usp.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: