Muqueca tribológica

Ingredientes

  • 5 defesas de mestrado em dois dias ( Vitória 21 – 22 de dezembro 2010)
  • Profa. Cristina Godoy para uma bela palestra sobre dureza
  • 6 examinadores externo de Uberlândia, São Paulo e Paraná
  • 3 examinadores internos
  • 2 orientadores dispostos a quase tudo

Modo de preparar

Reúna muito espírito crítico, vontade de evoluir, honestidade científica, ao menos dois anos de trabalho forte. Motive e acalme os alunos. Junte todos numa sala por dois dias. Anote e discuta atentamente todas as criticas, perguntas e sugestões. Faça uma visita guiada pelo bem organizado e muito bem equipado laboratório de tribologia da UFES.

Resultados

Dois dias de ininterruptas discussões sobre tribologia.

Reforço e potencialização da colaboração e confiança entre colegas.

Alta motivação dos mestrandos.

E uma moqueca à beira mar!

Aos “chefs” Cherlio Scandian e Marcelo Camargo Severo de Macedo, os agradecimentos e parabéns!

Continuidade

Estão programadas: pizza tribológica em São Paulo e tutu tribológico em Belo Horizonte.

Na foto, da esquerda para a direita:

  1. Carlos Henrique Silva (UTFPR)
  2. Marcelo Camargo Severo de Macêdo (UFES)
  3. Washington Martins (UFES)
  4. Cherlio Skandian (UFES)
  5. Roberto Martins de Souza (USP)
  6. Amilton Sinatora (USP)
  7. André Tschiptschin (USP)
  8. Antônio Cesar Bozzi(UFES)
  9. Cristina Godoy (UFMG)
  10. Daniel B. De Mello (UFU)
  11. Sinésio Franco (UFU)  (não aparece na foto)

Amilton Sinatora

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: